ESTAMPADO COM ARTE

10 anos de investimento numa estratégia de melhoria contínua levaram a Qualistamp à conquista da Excelência. Especializada em estampagem localizada, dispõe da experiência, do conhecimento e dos meios necessários para executar todo o tipo de técnicas, demarcando-se pela execução de projetos complexos e exigentes. Sempre em busca de novas técnicas e produtos, aposta forte na formação e valorização das pessoas e na aquisição de tecnologia, tendo como meta a superação de expetativas e a satisfação máxima do cliente.

Departamento de Produção Qualistamp

Artur Marinho tinha uma longa experiência na área da estamparia. Romeu Vieira possuía formação em Engenharia e Gestão Industrial. Ambos alimentavam a ideia de criar o próprio negócio. Agarraram a oportunidade, uniram os saberes e fundaram em 2006 a Qualistamp. “A empresa surge da junção do meu conhecimento em gestão industrial com experiência de 28 anos e know-how do Artur Marinho. A conjugação destes fatores são o principal alicerce do negócio”, afirma Romeu. Criada de raiz, a Qualistamp seguiu um caminho de melhoria contínua, que ao fim de 10 anos culminou com a conquista do estatuto de PME Excelência. Segundo os fundadores, investir sustentadamente na aquisição de tecnologia, na procura de novas técnicas e na formação dos colaboradores tem sido a principal estratégia para responder a um mercado exigente, em constante evolução. Neste momento, a empresa, sediada em Fafe, trabalha com nomes de referência internacional, exportando 70% da sua produção para Espanha. Já de forma indireta, os estampados da Qualistamp acabam mesmo por atravessar o mundo. “Toda a nossa produção segue de forma direta ou indireta para o mercado internacional. Trabalhamos com cinco marcas do Grupo Inditex — Zara, Massimo Dutti, Pull&Bear, Bershka e Oysho — com a alemã Esprit, com as espanholas Mango e Desigual e ainda com a holandesa G-Star Raw,”, enumera Romeu.

NESTE MOMENTO, A EMPRESA, SEDIADA EM FAFE, TRABALHA COM NOMES DE REFERÊNCIA INTERNACIONAL, EXPORTANDO 70% DA SUA PRODUÇÃO PARA ESPANHA

DOMÍNIO DE TODAS AS TÉCNICAS

Sempre na busca por inovações, a Qualistamp dedica-se à estampagem localizada, abrangendo todas as técnicas. “Dominamos todas as técnicas existentes a nível mundial. Estamos na vanguarda, na procura constante de novas técnicas para os nossos clientes em função das tendências de mercado. Isso diferencia-nos”, diz o responsável. Na verdade, sempre que necessário são mesmo concebidas ferramentas próprias para complementar a tecnologia existente e assim responder às solicitações. “Apostamos no desenvolvimento de máquinas que não estão disponíveis no mercado. Fazemos ajustamentos e criamos mecanismos para melhorar o processo de fabrico ou até para sermos mais eficientes”, sublinha o administrador, destacando o esforço para munir o negócio de novas e importantes valências. Desta forma, a Qualistamp está preparada para dar resposta a encomendas distintas, demarcando-se sobretudo pela execução de estampados complexos, exigentes e de maior valor acrescentado. Vocacionada para a realização de técnicas como floco projetado, caviar, devoré, relevo, estampagem em 3D, entre outras, na empresa todos os dias é feita arte. “A estamparia tradicional nunca vai acabar porque é uma arte”, reforça Artur, realçando o esforço em corresponder às expetativas, através da investigação constantemente por novos métodos. “Um estampado localizado pode ter incorporação de várias técnicas. Existem algumas que são incompatíveis, mas por alteração do processo ou desenvolvimento de máquinas suplementares podemos realmente inverter e conseguir que sejam compatíveis’: completa Romeu, salientando a experiência de Artur como peça chave na apresentação do resultado final.

QUALIDADE, COMPETITIVIDADE E PRAZO

Com “uma capacidade considerável e uma estrutura muito flexível, bem preparada e eficiente”, a Qualistamp trabalha pela qualidade, garantindo competitividade e o cumprimento dos prazos de entrega. “Hoje mais do que nunca temos que ser eficientes, porque o cliente precisa de respostas em tempos muitos curtos. Trabalhamos sempre em contrarrelógio”, afiança Romeu. Para o responsável é, por isso, crucial assegurar que, desde a escolha dos materiais a usar até à entrega do produto final, todos os passos são otimizados e concretizados em conformidade. “Há um controlo de qualidade muito minucioso porque temos de cumprir diversos cadernos de encargos”, frisa. A empresa dispõe, inclusive, de um laboratório interno para a realização de análises físicas à solidez do estampado, nomeadamente à fricção; para testes ao suor, alcalino e ácido, e PH; e ainda para testes à lavagem. “Também recorremos a laboratórios externos para efeitos de correlação com os nossos resultados internos ou para análises mais profundas”. De acordo com os administradores, mesmo quando são introduzidos novos produtos, os ensaios são exaustivos. “É analisada ao limite a viabilidade do produto, para aferir sobre as suas potencialidades e se realmente cumpre com os requisitos impostos pelo cliente”, explicam.

DOMINAMOS TODAS AS TÉCNICAS EXISTENTES A NÍVEL MUNDIAL. ESTAMOS NA VANGUARDA, NA PROCURA CONSTANTE DE NOVAS TÉCNICAS PARA OS NOSSOS CLIENTES EM FUNÇÃO DAS TENDÊNCIAS DE MERCADO

2018: NOVAS INSTALAÇÕES, MAIOR CAPACIDADE, MAIS PESSOAS

Em evolução, a Qualistamp prepara-se para dar novos passos já num futuro próximo. Para aumentar a capacidade de resposta, otimizar o layout e rentabilizar os meios, a empresa tem como objetivo a construção de um novo espaço de trabalho. “Adquirimos um terreno de 6 mil m2 e submetemos um projeto, ao município de Fafe, para a construção de um pavilhão industrial. Prevemos em 2018 fazer a transição para a nova unidade industrial e com isso aumentar 40% a capacidade produtiva e duplicar o número de postos de trabalho”, avança Romeu.

Mais eficiente e melhor preparada, a empresa vai conseguir reduzir tempos de ciclo, diminuindo os tempos de resposta. “A confiança que nos é depositada por parte dos clientes serve de base para tomar estas decisões de futuro. O maior ativo que podemos ter na vida é a confiança”, confessa o responsável. Com muito mercado para explorar, a Qualistamp vai continuar em rota de crescimento, seguindo a receita de toda a sua existência: investir. “São 10 anos a investir em tecnologia, pessoal e busca por novos produtos. Só assim acompanhamos as tendências de mercado”, assume Romeu.

“APOSTAMOS NA JUVENTUDE”

32 colaboradores vestem de forma dedicada a camisola Qualistamp. Formada internamente, a equipa é jovem, tendo uma média de idades de 24 anos. “Apostamos na juventude”, referem Artur e Romeu, realçando a dinâmica, pio-atividade e polivalência das pessoas, que “respiram o trabalho’: “Hoje competimos com qualquer empresa de qualquer parte do mundo’; sublinham, agradecendo a confiança e o empenho dos colaboradores.

JN – Guia Empresarial

Edição: 25º

Março 2016

Páginas: 124-125

Ver Artigo Original